• Delterre

Psoríase Ungueal - características e tratamento

Atualizado: Jan 19

A Psoríase Ungueal é uma das manifestações ou forma de apresentação da psoríase.


Pode aparecer de forma isolada ou ser a sua primeira manifestação.


Na continuação, descreveremos brevemente a sua epidemiologia, características e tratamentos, para ter uma visão geral do envolvimento das unhas na psoríase.



Epidemiologia da Psoríase Ungueal


A Psoríase Ungueal afeta, aproximadamente 50% das pessoas que padecem de psoríase, sendo uma percentagem maior às afetadas por Artrite Psoriática.



Por que a Psoríase afeta as unhas?


A envolvimento das unhas na psoríase é devido ao facto da unha ser um anexo da pele, sendo afetada pela extensão da psoríase, a matriz ungueal e o leito são as zonas de crescimento e suporte da placa ungueal. Por isso, se a psoríase afetar o epitélio da matriz e/ou do leito, produzirá manifestações características na unha.



Características da Psoríase Ungueal. Como vemos a unha?


Na Psoríase Ungueal, dependendo do grau de afetação e extensão, podemos encontrar desde manifestações menores como o denominado “pitting” que se apresenta como um ponteado na placa ungueal (o que denominamos unha) pela leve afetação da matriz, com manchas amareladas ou alaranjadas, ou denominadas manchas de azeite, onde pode aparecer um desprendimento da unha por afetação de uma forma de Psoríase Ungueal mais intensa, alcançando o leito ungueal, denominando-se a este desprendimento de onicólise.


Em situações mais graves, poderão alcançar apresentações como os denominados dedos de salsicha (dactilite), pelo edema e inflamação.


Nestes casos é fácil que acabem por afetar as articulações progredindo a doença a uma Artrite Psoriática.



Tratamento da Psoríase Ungueal


Os tratamentos da Psoríase Ungueal têm de ser individualizados, centrando-se em travar os mecanismos inflamatórios e o cuidado e hidratação da pele, para desta forma diminuir os sintomas.


No entanto, não existe tratamento definitivo, ou seja, que cura a doença, já que se trata de uma doença crónica onde existe uma alteração na imunidade que se pode travar, inclusive controlar, mas não erradicar a ativação imunológica.


É por isso que os tratamentos são fundamentalmente sintomáticos, e ente eles temos os tópicos com base de corticoides, retinoides, citostáticos e outros:

  • Sistémicos como o emprego de fármacos como MTX, Ciclosporina, PUVA

  • Sistémicos mais modernos como tratamento biológico.

Também encontramos atualmente vernizes que se aplicam para a restauração da unha, que parecem uma boa opção.

Tratamento: Calcipotriol tópico na Psoríase Ungueal


O calcipotriol é um análogo da vitamina D, em particular da vitamina D3. Trata-se de um fármaco de uso tópico utilizado para o tratamento da Psoríase vulgar ou em placa.


Posteriormente tem-se utilizado calcipotriol em forma de unguento para o tratamento específico da Psoríase Ungueal, podendo ser útil a sua aplicação.


No entanto, atualmente ainda não existem evidências para justificar a sua utilização, uma vez que responde de maneira diferente quando tratamos as unhas dos pés ou das mãos.


A Psoríase é uma doença sistémica, na qual está envolvido o sistema imunitário, de maneira que os tratamentos em muitas ocasiões têm de ser combinados, sendo útil a aplicação de calcipotriol em terapia combinada. Para além disso, serão necessários mais ensaios para reforçar as evidências preliminares existentes.



A Água do Mar na Psoríase


A Água do mar juntamente com banhos de sol são uma ferramenta útil nos tratamentos das doenças de pele, a sua riqueza em minerais favorece desde a hidratação dos epitélios (sobre todos aqueles danificados que têm aumentada a sua permeabilidade), até aos efeitos reguladores da inflamação e a função imune.


No caso da Psoríase Ungueal, a aplicação da Terapia Marinha resulta de uma forma simples, porque devemos fazer aplicações diretas sobre as mãos e potencializa-lo com a toma oral.


Tenhamos em conta que a água do mar é rica em Probióticos, derivados da grande riqueza em micro-organismos da biocenose marinha.


Graças à autorregulação do ecossistema marinho e o seu desenvolvimento num meio aquoso, grande parte dos produtos de regulação que contém são conservados, podendo ser utilizados como uma farmacopeia marinha.


Nela, podemos encontrar substâncias com capacidade antisséptica, antibiótica, anti-inflamatória, para além dos 84 elementos da tabela periódica, fundamentais para um correto funcionamento celular.



Água do mar em aplicação tópica para a Psoríase Ungueal?


Os minerais contidos na Terapia Marinha mostram capacidade hidratante sobre a pele, e é importante frisar que esta hidratação após a aplicação da água do mar é como a que produz o efeito dos climas húmidos nos afetados pela Psoríase.


Esta hidratação aumenta a flexibilidade dos tecidos e o conteúdo de água, diminuindo a resposta hiperceratótica e de ingurgitamento dos vasos da derme, por reduzir a exposição aos oxidantes atmosféricos.


Desta forma, juntamos o seu aporte de conteúdo em compostos Probióticos e características hidrominerais, tonificando a pele e potencializando o efeito calmante.




A Água do Mar e a microbiota na Psoríase


Numa série de estudos tem-se demonstrado como as águas cloradas têm efeitos modificadores na microbiota intestinal, podendo favorecer o desenvolvimento de certas doenças e modificando os padrões imunológicos intestinais, que estão intimamente ligados a diferentes respostas sistémicas.


Por outro lado, entendamos que o nosso microbioma requer os mesmos elementos que a microbiota marinha, ambas requerem um imenso número de elementos minerais para a sua correta função.


Da mesma forma que os micro-organismos marinhos se concentram nos vórtices planctónicos, a Terapia Marinha extrai água do mar nestas regiões para favorecer não apenas as nossas células, como também a nossa microbiota.


É por isso que a Terapia Marinha por via oral, juntamente com uma dieta equilibrada rica em fermentos, com o mínimo de alimentos processados, darão lugar a um equilíbrio da flora intestinal e com aplicações tópicas, potenciaremos os efeitos sobre a Psoríase Ungueal.


A revista Scientific Report indica como o cuidado da microbiota intestinal melhora o prognóstico e o tratamento da psoríase.


Noutros estudos associam-se os subcrescimentos bacterianos a enfermidades com manifestações cutâneas, sugerindo que o tratamento Probiótico pode potenciar o tratamento convencional na psoríase.



Fundacion René Quinton


#psoriase #terapiamarinha #dermatologia #águadomar #renéquinton #delterre #dispositivosmédicos #saúde #medicinanatural #pele #pediatria

175 visualizações
Quinton
Porque Funciona a Terapia Marinha?

Segue-nos!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram

Deseja conhecer mais sobre a Terapia Marinha de René Quinton?

Ebook_Propriedades_e_Benefícios_da_Terap

Faça o Download Grátis do ebook 'Propriedades e Benefícios da Terapia Marinha'!

Deseja receber amostras grátis de Plasma de Quinton?

*Envie-nos uma mensagem!

*reservado a profissionais de saúde

É Profissional de Saúde?

 

*

Gostaria de participar de formações profissionais da aplicação da Terapia Marinha em prática clínica?

 

*

Inscreva-se e será contactado assim que as formações iniciarem!

Tópicos do Blog

Quer receber novidades sobre promoções e produtos?

ab.png
EU_organic_farming_logo.svg.png
NoAnimalTesting.png
ogm-free.png
Vegetariano

Sim quero receber informações sobre os produtos Delterre

Li e Aceitei os termos e condições

  • Delterre Facebook
  • Delterre Instagram
  • Delterre Linkedin

©2020 por delterre.

gtag('config', 'AW-793053932');