Porque se entope o nariz? Causas e tratamento para a congestão nasal

Atualizado: Abr 25

A congestão nasal é um fenómeno muito comum. Acontece devido a uma resposta inflamatória e vasodilatadora da mucosa nasal e dos seios paranasais frente a um enorme número de agentes.


Em muitas ocasiões, a congestão nasal é uma rinite ou uma rinossinusite, só que de forma coloquial ou por falta de diagnóstico.


De uma forma genérica, chama-se pelo que se percebe, que é a congestão nasal.



Porque se entope o nariz?


Devemos ter em conta que a congestão nasal, pode ser devido a:


É por isso que se devem tratar de todas as alterações, na medida do possível, que favorecem o aparecimento da congestão nasal.


Fisiopatologia da congestão nasal


Um dos principais mecanismos é o controlo neurovegetativo, que mudam o aporte vascular da mucosa nasal segundo as circunstancias, como pode ser o frio, o exercício físico ou infeções.


Dentro do vegetativo e parassimpático, e as respostas da mucosa por meio dos mastócitos à inflamação conduzem à congestão nasal.


Paralelamente o simpático é que encarregará da vasoconstrição e redução da congestão nasal.


Possíveis complicações da congestão nasal


A congestão nasal, além da obstrução, tem como consequência outros sintomas, entre eles:



  • Dor de cabeça;

  • SAHS (apneia do sono);

  • Sinusite;

  • Secura oral;

  • Roncos;

  • Alterações do sono;

  • Dificuldade respiratória.


As causas mais frequentes da congestão nasal


Procederemos a enumerar as causas mais comuns que produzem a congestão nasal, entre elas temos:

Processos infeciosos:


  • Gripe;

  • Catarros;

  • Sinusite;

  • Rinossinusite.

Respostas inflamatórias:


  • Rinite alérgica;

  • Rinite medicamentosa;

  • Rinite vasomotora;

  • Pólipos nasais;

  • Vegetações.


Doenças sistémicas:


  • Doenças Granulomatosas;

  • Doenças Autoimunes;

  • Doenças Mucociliares;

  • Fibrose Quística.


Como se trata a congestão nasal?


O primeiro passo de um bom tratamento da congestão nasal é o diagnóstico da causa.


De todas as possíveis causas da congestão nasal, os processos infeciosos (rinites virais) e as rinites alérgicas, ocupam o maior número de casos, sendo os principais tratamentos dirigidos a estas patologias.


Medidas gerais em caso de congestão nasal

  • Toma de 2 litros de água por dia

  • Em caso de sofrer de alergias ou estar exposto a agentes irritantes, é importante evita-los ou tomar as medidas pertinentes. Por exemplo, a utilização de sistemas de proteção individual em âmbito laboral.

  • Lavagens nasais: desta forma pode-se eliminar a sobrecarga de muco, favorecer a hidratação da mucosa e a lavagem de citocinas inflamatórias.



Congestão nasal - tratamento farmacológico


Dentro dos fármacos empregues na congestão nasal, temos os descongestionantes. Estes são os simpaticomiméticos, tanto por via tópica ou sistémica, pelo seu efeito vasoconstritor são os mais utilizados.


Congestão nasal e água do mar


O emprego da água do mar é útil no apoio à redução da congestão nasal, graças aos componentes que contem, o pH e o modo de emprego por meio de lavagens nasais com água do mar.


Os benefícios obtidos com o emprego de água do mar, são:


  • Efeito lubrificante;

  • Favorece a eliminação da mucosidade;

  • Aumenta a depuração mucociliar;

  • Capacidade adstringente, possivelmente pelo arraste dos mediadores inflamatórios;

  • Efeito desinfetante;

  • Anti-inflamatório;

  • Redução da carga da mucosa de alérgenos.

Também, devido a não ter efeito tóxico sobre a mucosa, é um produto amplamente recomendado para a congestão nasal.


Tanto em adultos como em crianças e lactantes, é um complemento ideal no tratamento da congestão nasal.


Com o emprego da água do mar, não existe sobredose nem tempo recomendado de utilização, coisa que se sucede com os descongestionantes nasais convencionais.


Por outro lado, deve-se ter em conta que a velocidade descongestionante que nos oferecem os vasoconstritores os torna ideais quando se procura uma resposta rápida.


Por tudo isto, são produtos que se podem combinar com o objetivo de obter o máximo efeito benéfico na congestão nasal.


De qualquer maneira, é bom ter em conta os riscos associados à utilização dos vasoconstritores.




Fundação René Quinton

74 visualizações
Quinton
Porque Funciona a Terapia Marinha?

Tópicos do Blog

Segue-nos!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram

Junte-se ao nosso canal no Telegram!

telegram delterre icon.png

Deseja conhecer mais sobre a Terapia Marinha de René Quinton?

Ebook_Propriedades_e_Benefícios_da_Terap

Faça o Download Grátis do ebook 'Propriedades e Benefícios da Terapia Marinha'!

Deseja receber amostras grátis de Plasma de Quinton?

*Envie-nos uma mensagem!

*reservado a profissionais de saúde

É Profissional de Saúde?

 

*

Gostaria de participar de formações profissionais da aplicação da Terapia Marinha em prática clínica?

 

*

Inscreva-se e será contactado assim que as formações iniciarem!

Quer receber novidades sobre promoções e produtos?

ab.png
EU_organic_farming_logo.svg.png
NoAnimalTesting.png
ogm-free.png
Vegetariano

Sim quero receber informações sobre os produtos Delterre

Li e Aceitei os termos e condições

  • Delterre Facebook
  • Delterre Instagram
  • Delterre Linkedin

©2020 por delterre.