Helicobacter Pylori – como se manifesta na pele?

Atualizado: Nov 11

O Helicobacter Pylori é mais conhecido pelos efeitos que tem sobre o tubo digestivo mas também é protagonista em patologias cutâneas, entre outras.


Os seus sintomas na pele manifestam-se de diferentes formas e podem ser a causa de patologias cutâneas como a urticária ou a dermatite atópica.


Neste artigo iremos centrar-nos na descrição das manifestações cutâneas na infeção por Helicobacter Pylori.



Helicobacter Pylori, Sintomas na Pele


Uma das manifestações que podem ser negligenciadas é a urticária, que num primeiro momento não a associamos a infeção de Helicobacter Pylori. Mas existem muitos outros Sintomas na Pele devido ao Helicobacter Pylori. Analisaremos na continuação.


Urticária crónica e Helicobacter Pylori


É difícil suspeitar de infeção de Helicobacter pylori (H. pylori) quando encontramos um paciente aflito com urticária crónica. Assim que, na maioria das ocasiões, deverá haver uma alta suspeita clínica.


Fatores imunológicos e inflamatórios são os que regem a resposta cutânea no caso da urticária, mas o mais difícil é determinar o agente etiológico.


Diferentes estudos têm demonstrado associação entre infeção por H. Pylori e Sintomas na Pele, entre eles o desenvolvimento de urticária crónica.


Os resultados demonstram como os pacientes estudados apresentaram melhoria total ou parcial dos sintomas cutâneos, através da erradicação da H. Pylori entre 30-80% segundo as séries.


Isto devido a que numa primeira instância os estudos teriam uma amostra pequena e conforme se aumentou a amostra, reduziu-se a percentagem de respondedores através da erradicação.



O mecanismo de ação parece implicar nos eosinófilos e a sua desgranulação, e certas proteínas tóxicas. Mas também se aumenta a permeabilidade intestinal com o aumento de antígenos alimentares.


Os resultados são controversos e são necessários mais estudos para encontrar associações fiéis e os mecanismos patogénicos associados que conduzam á aparição da urticária crónica.



Helicobacter Pylori e Angioedema


Parece que, nalgumas ocasiões, a H. Pylori poderia estar implicado no aparecimento de angioedema.


Relativamente a este quadro, os casos publicados são reduzidos. Geralmente está associado ao défice de complemento, seja pelo consumo ou devido a alterações genéticas que predispõem os afetados ao desenvolvimento de Angioedema.



Helicobacter Pylori e Púrpura de Schönlein - Henoch


Da mesma forma que no caso anterior, parece que pode existir relação com o aparecimento deste tipo de púrpura, que é secundária a processos infeciosos e pelo consumo de fármacos.


A maioria dos resultados obtiveram-se através do tratamento erradicador, em pacientes que associavam infeção H. Pylori.



Helicobacter Pylori e Dermatite Atópica


Foi possível determinar em crianças com Dermatite Atópica, positivo em anticorpos anti-H.Pylori e anti-CagA IgG nos quais a única manifestação é a clínica de alergia alimentar.


Mostrou-se a associação entre a infeção de Helicobacter Pylori e manifestações de Dermatite Atópica e a redução dos sintomas na pele por Helicobacter Pylori através da sua erradicação.




Helicobacter pylori e rosácea


No caso da rosácea, doença inflamatória crónica de origem desconhecida, foi encontrada uma maior relação com infeção causada pela Helicobacter Pylori entre os pacientes afetados por rosácea com respeito aos que não padecem dessa enfermidade. De maneira que poderia sugerir-se mais uma manifestação, extraintestinal, da infeção pela Helicobacter Pylori.


Como sucede com o resto das manifestações cutâneas de infeção por Helicobacter Pylori, os estudos são preliminares e são necessárias investigações adicionais.


De qualquer forma, o tratamento erradicador através de “Test and Treat” pode ser opção no tratamento dos pacientes que associam rosácea e a infeção causada pela Helicobacter Pylori.



Conclusões


Os sistemas vivos funcionam como um todo. Assim que, em múltiplas ocasiões, o que parece afetar um órgão ou sistema, realmente está repercutindo no organismo no seu conjunto.


O organismo é constituído pelas células que se mantêm por meio das suas membranas. Estas membranas são em todas as situações semipermeáveis, até ao ponto que inclusive a pele com toda a sua carga de queratina e a formação do estrato córneo permeia a diferentes substâncias. Obviamente com maior dificuldade que numa mucosa.



Por isso, é importante entender que em toda a situação em que exista inflamação local, ou um estado pro-inflamatório aumentar-se-á a probabilidade da permeabilidade de substâncias desde o meio externo ao meio interno e neste, interferir nas funções celulares.


O Helicobacter Pylori é um claro exemplo de como uma noxa é capaz de atuar não apenas de forma local e com manifestações distintas. Também produz efeitos distantes, secundários a essa atividade inflamatória, e por permeação de moléculas com resposta sistémica do organismo infetado.


É fundamental entender que tudo o que entra no nosso organismo tem a capacidade de se distribuir em todos os nossos órgão e sistemas, produzindo da não apenas local mas também mais distante.






Fundação René Quinton

500 visualizações
Quinton
Porque Funciona a Terapia Marinha?

Tópicos do Blog

Segue-nos!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram

Junte-se ao nosso canal no Telegram!

telegram delterre icon.png

Deseja conhecer mais sobre a Terapia Marinha de René Quinton?

Ebook_Propriedades_e_Benefícios_da_Terap

Faça o Download Grátis do ebook 'Propriedades e Benefícios da Terapia Marinha'!

Deseja receber amostras grátis de Plasma de Quinton?

*Envie-nos uma mensagem!

*reservado a profissionais de saúde

É Profissional de Saúde?

 

*

Gostaria de participar de formações profissionais da aplicação da Terapia Marinha em prática clínica?

 

*

Inscreva-se e será contactado assim que as formações iniciarem!

Quer receber novidades sobre promoções e produtos?

ab.png
EU_organic_farming_logo.svg.png
NoAnimalTesting.png
ogm-free.png
Vegetariano

Sim quero receber informações sobre os produtos Delterre

Li e Aceitei os termos e condições

  • Delterre Facebook
  • Delterre Instagram
  • Delterre Linkedin

©2020 por delterre.