Desmodium adscendens – Anti-histamínico natural

A Desmodium adscendens é uma planta herbácea perene que cresce nos troncos das árvores.


São as suas folhas e caules que são utilizados para tratamentos medicinais.


A Desmodium adscendens é facilmente encontrada nas áreas tropicais da Austrália, América do Sul (Amazónia) e África.


Acredita-se que a Desmodium adscendens é utilizada desde à centenas de anos pelos nativos destas áreas para lidar com variadas condições de saúde, reconhecida pelos seus efeitos como uma planta medicinal.




Desmodium adscendens e os seus fitoquímicos


Os fito-constituintes são compostos químicos produzidos pelas plantas através do metabolismo primário ou secundário, geralmente para ajudá-las a prosperar ou frustrar concorrentes, predadores ou patógenos.


Sabe-se que a maioria das plantas medicinais obtém seus benefícios característicos de seus constituintes fitoquímicos.



A abordagem de pesquisa fitoquímica é considerada eficaz na descoberta do perfil bioativo de plantas de importância terapêutica.


De uma maneira geral, os fitoquímicos encontrados na Desmodium adscendens são potentes optimizadores de potássio. Estes, incluem alcaloides, contendo até 4mg / kg de alcaloides expresso em triptamina.


Estes fitoquímicos ativam os canais do íon de potássio, dependentes de cálcio.


Quando os íons de potássio atravessam as membranas celulares, o tónus dos músculos lisos é mantido.


Os fitoquímicos da Desmodium adscendens não têm efeitos sobre o sistema nervoso central, por isso, efeitos secundários típicos de anti-histamínicos como a sonolência, raciocínio lento e aquela apatia típica destes fármacos não acontece.


Como iremos demonstrar ao longo deste artigo, Desmodium adscendens reduz as contrações anafiláticas, reduz a quantidade de substâncias estimulantes musculares lisas libertadas pelo tecido pulmonar e interfere diretamente com as contrações induzidas pela histamina.


Tudo isto, de uma maneira natural.




Desmodium adscendens e a asma


São muitas as qualidades de Desmodium adscendens relativamente ao sistema respiratório.


Passamos a enumerar, de uma maneira geral, algumas delas:


  • Alívio na tosse crónica persistente

  • Expetorante: Alívio do escorrimento nasal assim como a rápida limpeza das vias aéreas congestionadas e seios nasais.

  • Antiespasmódica: Alívio na asma e espasmos brônquicos

  • Anti-inflamatória

  • Antibacteriana

  • Antisséptica



Estudos epidemiológicos demonstraram que muitos dos compostos antioxidantes de Desmodium adscendens possuem atividades anti-inflamatórias, anti-ateroscleróticas, anti-tumorais, antibacterianas, antivirais e antialérgicas.


A asma afeta mais de 25 milhões de pessoas nos Estados Unidos e ainda não se sabe o seu motivo.


Segundo a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clinica e a Associação Portuguesa dos Asmáticos, em Portugal existem cerca de 700 mil portugueses com asma, sendo que quase metade não têm a doença controlada, afetando de crianças a idosos.


Quem sofre desta doença, vê os seus sintomas piorarem pela altura da Primavera.


As células que revestem os brônquios têm estruturas microscópicas, chamadas recetores. Esses recetores sentem a presença de substâncias específicas e estimulam a contração ou relaxamento dos músculos subjacentes, alterando, assim, o fluxo de ar.


Condições ambientais, como a exposição a alérgenos domésticos (como ácaros, baratas e pelo de animais) e outros alérgenos ambientais, foram associadas a desenvolvimento de asma em crianças mais velhas e adultos.



Já temos falado sobre os benefícios da Desmodium adscendens para a saúde. Povos ancestrais já utilizavam a Desmodium adscendens no tratamento de várias patologias.


Hoje em dia, para além de se reconhecerem os benefícios da Desmodium adscendens no combate às alergias, também é utilizada no tratamento específico da asma, tendo aumentado a sua reputação especialmente em África, onde é comumente utilizada no tratamento da asma dado ao seu potencial terapêutico na eliminação das reações anafiláticas que estão na origem desta patologia.


O estreitamento das vias aéreas geralmente é causado por sensibilidade anormal de recetores colinérgicos, que faz com que os músculos das vias aéreas se contraiam quando não deveriam.


Certas células das vias respiratórias, particularmente os mastócitos, são tidas como responsáveis por iniciar a resposta.



Mastócitos espalhados pelos brônquios liberam substâncias como histamina e leucotrienos, que causam:


  • Contração de músculos lisos

  • Aumento da secreção mucosa

  • Mobilização de certos glóbulos brancos para a área


Um dos primeiros estudos sobre a Desmodium adscendens foi elaborado em 1984 e publicado no Jornal of Ethnopharmacology.


Nesse estudo, comprovou-se que a toma de Desmodium adscendens, reduziu consideravelmente as contrações anafiláticas, interferindo com os indutores de contrações causados por histamina.


Para além disso, reduziu a quantidade de substâncias estimulantes dos músculos lisos, libertadas pelo tecido pulmonar das cobaias.



Desmodium adscendens na luta contra as alergias


Num estudo realizado em 2011 pelo Dr. Rammal e pelo Dr. Soulimani tornou-se consistente com estudos previamente feitos a Desmodium adscendens, nos quais se comprovaram as propriedades antialérgicas e antiasmáticas da Desmodium adscendens, uma vez que os tratamentos agudos, sub-agudos e sub-crónicos feitos com Desmodium, reduziram significativamente os níveis de Imunoglobulina E.


Ou seja, a Desmodium adscendens pode inibir o início das reações de hipersensibilidade.


A Imunoglobulina E (IgE) é um dos principais exames no diagnóstico de alergias.


A principal causa do aumento da IgE é precisamente a alergia mas Eczema atópico, Rinite Alérgica, Asma, inflamações intestinais crónicas ou patologias hepáticas poderão também causar o seu aumento.


Os níveis elevados de Imunoglobulina E (IgE) indicam uma hipersensibilidade responsável por reações alérgicas por sintetizar e ativar os mastócitos, que por sua vez liberam os mediadores inflamatórios (histamina e serotonina).



Pacientes com doenças alérgicas atópicas tais como asma atópica, dermatite atópica e febre do feno, demonstraram um considerável aumento nos níveis totais de IgE no sangue.


Como o alto nível de IgE está frequentemente relacionado com reações alérgicas, Desmodium adscendens poderá ter um efeito antialérgico (anti-histamínico-like) e, consequentemente, um efeito protetor contra doenças auto-imunes e infeções virais.


Já em Abril de 2019, outro estudo publicado por Seriki SA no Department of Human Physiology demonstrou que Desmodium adscendens contém uma alta concentração de flavonoides, polifenóis e redutores de açúcar.


Alcaloides, glicosídeos, saponinas e taninos estavam também presentes mas em menor quantidade relativamente aos anteriores.



Segundo o Dr. Seriki, a presença destes constituintes é responsável pela utilização de Desmodium adscendens no tratamento de cãibras musculares, tendões, dores na coluna vertebral, bronquite, epilepsia e outras desordens do sistema nervoso central, reumatismo, icterícia, hepatite, proteção do fígado do efeito da cirrose, asma, sintomas alérgicos e eczema.


Para além disso é também um potente antiespasmódico natural.


Mais estudos são necessários e nunca é suficiente. No entanto, como podemos ver através deste artigo, os resultados são bastante positivos, a sua utilização como suplementação alimentar é já utilizada com sucesso na luta contra as alergias e é prova de que se está no bom caminho.





msdmanuals

sciencedirect

biomedgrid

soeagra

spaic

biomedgrid

227 visualizações
Quinton
Porque Funciona a Terapia Marinha?

Segue-nos!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram

Deseja conhecer mais sobre a Terapia Marinha de René Quinton?

Ebook_Propriedades_e_Benefícios_da_Terap

Faça o Download Grátis do ebook 'Propriedades e Benefícios da Terapia Marinha'!

Deseja receber amostras grátis de Plasma de Quinton?

*Envie-nos uma mensagem!

*reservado a profissionais de saúde

É Profissional de Saúde?

 

*

Gostaria de participar de formações profissionais da aplicação da Terapia Marinha em prática clínica?

 

*

Inscreva-se e será contactado assim que as formações iniciarem!

Tópicos do Blog

Quer receber novidades sobre promoções e produtos?

ab.png
EU_organic_farming_logo.svg.png
NoAnimalTesting.png
ogm-free.png
Vegetariano

Sim quero receber informações sobre os produtos Delterre

Li e Aceitei os termos e condições

  • Delterre Facebook
  • Delterre Instagram
  • Delterre Linkedin

©2020 por delterre.

gtag('config', 'AW-793053932');