• Delterre

Broquite Infantil: porque é tão frequente?

Atualizado: Jan 19

As bronquites são frequentes nos extremos da vida, ou seja, afetam crianças e idosos.


Devido a haver uma imunidade mais debilitada nestas fases da vida, somos mais propensos ao desenvolvimento de uma bronquite.


Explicaremos neste artigo a causa da bronquite, os seus sintomas e que tratamento existem.




O que é uma bronquite?


As bronquites são quadros inflamatórios/infeciosos das vias respiratórias inferiores, onde se encontram os brônquios. O principal sintoma é a tosse.


Na maioria dos casos, são uma consequência da evolução de uma infeção das vias superiores que progride em direção aos brônquios ou por agentes infeciosos que têm tropismo pelos brônquios.



O que causa as bronquites em crianças?


As bronquites nas crianças, na maioria dos casos, são de origem infeciosa, sendo a sua maioria bronquites agudas virais.


No entanto é verdade que existem certas entidades nas quais podemos encontrar as chamadas bronquites bacterianas persistentes.


No caso das bronquites agudas virais, encontramo-nos com patógenos como os adenovírus, gripe, rinovírus, etc.


Nas bronquites bacterianas persistentes, encontramos como principais causadores:

  • Haemophilus influenzae não tipável

  • Streptococcus pneumoniae

  • Moraxella catarrhalis

O vírus, e particularmente o adenovírus, são detetados por meio de PCR das amostras de lavagem bronco-alveolar.


Quais os sintomas da bronquite?


No caso concreto das bronquites em crianças, os sintomas podem passar despercebidos numa primeira instancia, já que em muitas outras ocasiões outros processos infeciosos que afetam as vias aéreas provocam tosse.


É por isso que é fundamental prestar atenção à tosse das crianças e das características da mesma.


A tosse é o principal sintoma que os país devem prestar atenção. No caso da bronquite em crianças, a tosse geralmente aparece ou agrava-se após o exercício físico. Também se acentua à noite ao ir dormir ou pela manhã ao levantar-se devido ao aumento da eliminação de muco.



A tosse é húmida e produtiva e pode não ser acompanhada de expetoração. Para além disso, pode assemelhar-se à tosse provocada pela asma, pelo que deve ser feito um diagnóstico diferencial.


Devido à sobrecarga de muco nas vias aéreas condutoras, a tosse é geralmente acompanhada pela ativação dos músculos acessórios, produzindo uma leve circulação, com o aumento da frequência respiratória (taquipneia).


Outros sintomas que acompanham a bronquite são a febre e a mucosidade. Tratam-se de sintomas muito comuns em processos infeciosos que podem afetar tanto as vias superiores como as inferiores.


Uma clara prova que nos diferencia de uma origem nas vias superiores ou inferiores é a auscultação por parte de um profissional. No envolvimento das vias inferiores encontram-se sibilos dispersos em ambos os campos pulmonares.




Que tratamentos se recomendam para a bronquite em crianças?


Como a maioria das bronquites é aguda e autolimitada, além da origem viral, o tratamento concentra-se a cobertura sintomática, através do emprego de:

  • Analgésicos;

  • Antipiréticos;

  • Medicação para a tosse.

No caso de nos depararmos com uma bronquite bacteriana persistente, deve ser tratada com antibióticos, de forma prolongada, entre 4 e 6 semanas.


Mas deve ser avaliado pelo médico, para valorizar a estratégia mais apropriada na hora de tratar tanto a bronquite aguda como a crónica.



Bronquite e solução salina hipertónica


Kobylianskii VI. et al. mostram como o emprego de soluções salinas hipertónicas não afeta a PaO2 em pacientes afetados com bronquite obstrutiva crónica e acentuadas alterações na ventilação, abrindo oportunidades para o design de novos aerossóis e as suas aplicações.


Noutro estudo, Schreider S, Et al. valorizam o efeito das irrigações nasais na bronquiolite.


Através de um ensaio controlado aleatório e cego simples, no qual se emprega tanto a solução isotónica como a hipertónica em lactantes com bronquiolite.


Conclui-se que com uma única irrigação nasal com solução salina melhora-se de forma significativa a saturação de oxigénio em lactantes com bronquiolite.



Fundación René Quinton - Blog de Clínico


#bronquiteinfantil #renéquinton #pediatria #águadomar #pneumologia #fisioterapiarespiratória #spraynasal #higienenasal

74 visualizações
Quinton
Porque Funciona a Terapia Marinha?

Segue-nos!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram

Deseja conhecer mais sobre a Terapia Marinha de René Quinton?

Ebook_Propriedades_e_Benefícios_da_Terap

Faça o Download Grátis do ebook 'Propriedades e Benefícios da Terapia Marinha'!

Deseja receber amostras grátis de Plasma de Quinton?

*Envie-nos uma mensagem!

*reservado a profissionais de saúde

É Profissional de Saúde?

 

*

Gostaria de participar de formações profissionais da aplicação da Terapia Marinha em prática clínica?

 

*

Inscreva-se e será contactado assim que as formações iniciarem!

Tópicos do Blog

Quer receber novidades sobre promoções e produtos?

ab.png
EU_organic_farming_logo.svg.png
NoAnimalTesting.png
ogm-free.png
Vegetariano

Sim quero receber informações sobre os produtos Delterre

Li e Aceitei os termos e condições

  • Delterre Facebook
  • Delterre Instagram
  • Delterre Linkedin

©2020 por delterre.

gtag('config', 'AW-793053932');