Ateromatose Aórtica – como prevenir?

Atualizado: 21 de Dez de 2020

A Ateromatose é uma degeneração das paredes arteriais, com produção e acumulação de massas de gordura.


Neste artigo, abordamos a Ateromatose Aórtica e como é possível prevenir esta situação.


A Ateromatose, ou placas de ateroma, acontecem devido à acumulação de uma substancia amarelada, composta por matéria gorda, fundamentalmente colesterol, células do tecido conjuntivo e células musculares lisas.


As placas podem localizar-se em qualquer parte do sistema de condução arterial.

Quando as artérias endurecem e tornam-se rígidas devido à formação de placas de ateroma, denomina-se aterosclerose. Quando a aterosclerose afeta as artérias de grande e média dimensão, denomina-se arteriosclerose.

A placa de ateroma é uma placa fibroadiposa que produz lesão focal em elevação originada na camada íntima da parede das artérias. Esta placa, progride, obstruindo as artérias, aumentando a sua rigidez e assim perdendo a sua elasticidade.


Na maioria dos países desenvolvidos, a aterosclerose é a doença mais frequente e a causa principal das mortes.

Devemos ter muito em conta que é uma doença silenciosa, progride ao longo de décadas e quando finalmente se mostra com os seus primeiros sintomas, já se encontra num estado muito avançado e os tratamentos podem chegar a ser muito cruéis.


Num importante número de casos, os primeiros sintomas são o enfarto por obstrução coronária ou morte súbita. Devemos ter em mente que o estreitamento dos vasos não causará sintomas pois não compromete a perfusão dos tecidos.


No caso de artérias coronárias com obstrução parcial, se um espasmo do vaso coronário acontecer, levará à isquemia, comprometendo a função cardíaca.

Ateromatose Aórtica


A Ateromatose Aórtica é mais frequente em pessoas com idade superior aos 65 anos, sendo a idade um fator de risco.


A Ateromatose Aórtica descendente é mais comum, particularmente a Ateromatose abdominal ao nível das artérias renais (inferior a estas). Isto acontece devido às turbulências produzidas ao nível da saída dos vasos.


Apesar da Ateromatose Aórtica abdominal ser a mais frequente e geralmente evolua para aorta aneurismática, as mais perigosas são as que acontecem no cone e arco aórtico, devido ao envolvimento dos vasos que se encontram a esse nível (coronário, carótida e subclávia).


Veja este vídeo disponibilizado pela Fundação René Quinton sobre a Ateromatose Aórtica.



Fatores de Risco que têm de ser Controlados


O risco de desenvolver arteriosclerose aumenta com a hipertensão, diabetes, hipercolesterolemia, tabagismo, sedentarismo, idade avançada, entre outros.

Devemos ter em conta que a formação de placas de ateroma se dão ao longo da vida, inclusive em crianças onde já foram encontrados depósitos ateromatosos, ainda que não estejam associados à aterosclerose.


O que indicam que a reação do endotélio vascular com o conteúdo e recipiente vascular leva, por si só, à formação de placas.


Devido à complexidade do Porque? da resposta dos vasos com a formação de depósitos, atualmente ainda continuam as investigações e avanços nos processos moleculares implicados.


A principal estratégia está em atuar contra os fatores de risco.


As melhores medidas são sempre preventivas e têm de ser feitas de forma constitutiva, ou seja, torna-las um habito. Já que não se justificaria a realização de testes de maneira padronizada para a sua deteção precoce, devido ao alto custo relacionado com o baixo beneficio.



A Terapia Marinha na Arteriosclerose


Ação sobre a Arteriosclerose: o estudo demonstra que a fração orgânica dissolvida na água do mar tem ação biológica e é possível a sua aplicação como terapêutica. Em particular a fração orgânica denominada C18-DOM, pela inibição da P-Selectina e e COX-1 vinculadas à agregação plaquetária, de forma similar à aspirina.


  • Aumenta a expressão antiaterogénica heme oxigenase-1 nas células do endotélio, cuja função é a de degradar o grupo hemo.


  • Redução significativa da progressão da Arteriosclerose.


Ação sobre a Obesidade e Diabetes: noutro estudo elaborado pelo Departamento de Biotecnologia da Universidade de Daegu (Coreia do Sul), determinou-se o efeito modulador da água do mar na expressão de diversos genes implicados na Diabetes e na Obesidade, em camundongos.

Estes marcadores (adiponectina, AMPK, GLUT4, resistina, FABP, PPARy) estão muito implicados em doenças metabólicas, que em muitos casos pode evoluir para Diabetes do tipo 2.


Devido ao efeito que tem sobre os diferentes marcadores, é presumível que a ação da água do mar seja por mecanismos multifatoriais.


Existem mais estudo que demonstram o efeito benéfico do emprego da Terapia Marinha nos diferentes fatores de risco da Arteriosclerose e a formação de placas de ateroma. Daí que devemos valorizar os efeitos oferecidos por um produto natural como a água do mar, graças à sua riqueza iónica e compostos orgânicos oferece todo um arsenal de micronutrientes, que estão altamente imbricados nas funções metabólicas das células.



A Qualidade da Água do Mar


Devemos ter em conta que para garantir água do mar de alta qualidade, é necessária a esterilização a frio das águas que se obtenham, já que se forem aquecidas podem ser alterados os seus conteúdos, desnaturalizando-os e assim, perdendo toda a sua atividade biológica, além de obter-se em zonas concretas onde se formam vórtices oceânicos que lhe conferem uma enorme riqueza.


Paralelamente através da informação devastadora por parte dos Green Peace, devemos ter cuidado com a água do mar onde nos banhamos, devido à grande contaminação que nelas se encontra causadas pela mão do Homem. Daí a grande necessidade na altura de eleger a melhor água do mar para o consumo.




Tradução autorizada do artigo original da Fundação René Quinton

Posts Relacionados

Ver tudo
Quinton
Porque Funciona a Terapia Marinha?

Tópicos do Blog

Segue-nos!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram

Junte-se ao nosso canal no Telegram!

telegram delterre icon.png

Deseja conhecer mais sobre a Terapia Marinha de René Quinton?

Ebook_Propriedades_e_Benefícios_da_Terap

Faça o Download Grátis do ebook 'Propriedades e Benefícios da Terapia Marinha'!

Deseja receber amostras grátis de Plasma de Quinton?

*Envie-nos uma mensagem!

*reservado a profissionais de saúde

É Profissional de Saúde?

 

*

Gostaria de participar de formações profissionais da aplicação da Terapia Marinha em prática clínica?

 

*

Inscreva-se e será contactado assim que as formações iniciarem!