Menopausa Precoce - Causas, Diagnóstico e Tratamentos

Atualizado: Nov 11


A Menopausa Precoce é o término definitivo da menstruação antes dos 40 anos de idade.

Pode acontecer naturalmente ou como efeito colateral de alguns tratamentos.

A Menopausa Precoce ocorre quando os ovários param de funcionar e deixam de liberar óvulos, deixando assim de produzir níveis normais de hormônios, nomeadamente o estrogénio.

Normalmente, este processo acontece entre os 40 e os 55 anos de idade, daí ser considerada precoce quando acontece antes dos 40.


Cerca de 0,1% das mulheres sofrem da Menopausa Precoce antes dos 30 anos de idade. 0,25% delas, iniciam esta fase da vida antes dos 35, enquanto 1% entra na Menopausa antes dos 40.

Não existe maneira de evitar a Menopausa Precoce, no entanto, quanto mais cedo for realizado o diagnóstico por parte da(o) Ginecologista, mais possibilidade existe de oferecer um melhor estilo de vida.


Causas da Menopausa Precoce

A causa da Menopausa Precoce é muitas vezes desconhecida, mas nalgumas mulheres pode ser causada por:


  • Doenças autoimunes - onde o sistema imunitário começa a atacar os tecidos do corpo;

  • Tratamentos para cancro - Radioterapia e Quimioterapia podem causar Menopausa Precoce podendo ser de forma permanente ou temporária. Adolescentes que ainda não atingiram a puberdade podem tolerar um tratamento mais forte que mulheres mais velhas. O local onde a radioterapia é focada também tem influência, sendo que o risco aumenta se este for focado na zona do cérebro ou pélvis;

  • Remoção dos Ovários dará origem a Menopausa Prematura ou Precoce. Por exemplo, os ovários podem precisar ser removidos durante uma histerectomia (uma operação para remover o útero);

  • Cirurgia de ligação das trompas e retirada do útero;

  • Deficiências enzimáticas;

  • Contacto com Pesticidas;

  • Doença pélvica inflamatória ou endometriose;

  • Fatores de estilo de vida. Alguns fatores de estilo de vida podem ter um impacto sobre o início da Menopausa. Fumar tem efeitos anti-estrogénicos que podem contribuir para a Menopausa Precoce.


Um estudo de 2012 mostrou que as mulheres fumadoras a longo prazo ou regulares são propensas a experimentar a Menopausa mais cedo. As mulheres que fumam podem começar a Menopausa um a dois anos mais cedo do que as mulheres que não fumam.


  • O Índice de Massa Corporal (IMC) também pode ser considerado na Menopausa Precoce. O estrogénio é armazenado no tecido adiposo. As mulheres que são muito magras têm menos reservas de estrogénio, que podem ser esgotadas mais cedo.

  • Epilepsia. A Epilepsia é um distúrbio convulsivo que ocorre do cérebro. Mulheres com Epilepsia têm maior probabilidade de apresentar Insuficiência Ovariana Prematura. Num estudo de 2001 descobriu-se que, num grupo de mulheres com Epilepsia, cerca de 14% das pessoas estudadas tinham Menopausa Prematura, em oposição a 1% da população geral.



Sintomas da Menopausa Precoce

Os sintomas da Menopausa Precoce são normalmente os mesmos que da Menopausa quando aparece na mulher na idade dita “normal”, pois a maioria ocorre porque os ovários deixam de produzir estrogénio, como indicado anteriormente. Estes podem incluir:


  • Fogacho, os chamados Bafos de calor, que é a sensação súbita de uma onda de calor que sobe para a parte superior do corpo (tórax e face) fazendo-se acompanhar de suores frios, ansiedade e palpitações. Este é o sintoma mais habitual e ocorre em cerca de 80% das mulheres. Este sintoma começa no período pré-menopausa podendo durar até 2 anos após a Menopausa;

  • Sudorese Noturna. Idêntico ao Fogacho mas durante a noite;

  • Irregularidade do período menstrual, sendo que se pode interpretar como havendo meses de períodos perdidos ou mais fortes ou fracos que o normal;

  • Ausência da menstruação por mais de 3 meses;

  • Secura Vaginal;

  • Pele, boca e olhos secos;

  • Irritabilidade vaginal e mesmo incontinência;

  • Instabilidade emocional, reconhecido como irritabilidade, alterações repentinas de humor e mesmo depressão leve;

  • Diminuição da líbido, causado pela própria secura vaginal que pode mesmo tornar o ato sexual doloroso ou pela redução de irrigação sanguínea na região vaginal como resultado da deficiência de estrogénio;

  • Insónias associadas aos afrontamentos noturnos;

  • Problemas de memória ou concentração;

  • Aumento de peso;

  • Perda da Força Muscular;

  • Dores articulares. Cerca de 60% das mulheres queixam-se de dores articulares na pré-menopausa, pela queda dos níveis de estrogénio, sendo que mulheres em sobrepeso são as que mais sofrem deste mal.

  • Fragilidade Óssea. A falta de estrogénio acelera bastante o processo de envelhecimento dos ossos, originando uma facilidade relativa em acontecerem fraturas ou osteoporose.

Além de lidar com os sintomas que acompanham a Menopausa, muitas mulheres que passam pela Menopausa Precoce têm de lidar com preocupações físicas e emocionais adicionais.


Diagnóstico da Menopausa Precoce

A melhor maneira de diagnosticar a Menopausa Precoce é o exame de sangue que mede o Hormônio Folículo Estimulante (FSH), hormônio este que faz que os ovários produzam estrogénio. Sempre que os ovários diminuem a produção de estrogénio, os níveis de FSH aumentam. Quando estes aumentam acima de 40 mUI/ml, normalmente é um indicador de que está na fase da Menopausa.

Para além disso é geralmente feito um diagnóstico físico e uma coleta de sangue, com o objetivo de descartar outras condições como gravidez.


Tratamentos da Menopausa Precoce

A Menopausa Precoce geralmente não requer tratamento. No entanto, existem opções de tratamento disponíveis para ajudar a gerenciar os sintomas da Menopausa ou condições relacionadas a ela. Estes tratamentos podem ajudá-la a lidar com as mudanças corporais ou estilo de vida com mais facilidade.

Principalmente no que diz respeito à Menopausa Precoce, precisamente por ocorrer antes do tempo devido, costuma ser tratada, apoiando o corpo com hormônios que normalmente estariam operacionais até atingir a idade natural da Menopausa.

Terapia de Reposição Hormonal (TRH)

O tratamento mais comum inclui a Terapia de Reposição Hormonal. Este tratamento pode prevenir muitos sintomas comuns da menopausa.

Os riscos da TRH são vários e passam por aumentar a probabilidade de vir a sofrer de problemas cardíacos, fraturas, derrames ou mesmo cancro de mama.

A reposição hormonal é contraindicada em mulheres que:

  • Já sofreram enfarte;

  • Tenham algum grave comprometimento das artérias coronárias;

  • Tenham mau funcionamento do fígado;

  • Tenham tido ou ainda apresentem cancro da mama ou do endométrio;

  • Possuam histórico de acidente vascular cerebral (AVC);

  • Estejam com um quadro de hipertensão não controlado.



Aplicação de Estrogénio

A utilização de Estrogénio tópico para combater a secura vaginal é normalmente sugerida por especialistas. Consiste num creme que deverá ser aplicado pela mulher na zona vaginal e é indicado principalmente para quem sofre de problemas uroginecológicos, atrofia vaginal ou dores durante a relação sexual.

Medicamentos Não-hormonais

A utilização de medicamentos não-hormonais passa pelo tratamento dos sintomas, indicados para as mulheres que optam por não fazer tratamentos hormonais pelos seus riscos ou apenas por opção. Por exemplo, se o sintoma a ser tratado for a dificuldade em adormecer, será receitado um medicamento indicado para combater este estado.

Medicina Natural

Para além das opções acima indicadas, existe um leque de terapias complementares que poderão ajudar a mulher a ultrapassar esta fase sensível. Entre elas estão:

  • Acupuntura: Com a Acupuntura (Medicina Tradicional Chinesa) poderá de forma eficaz contornar todos os sintomas que acompanham a fase da Menopausa. Através da inserção de agulhas filiformes, técnica milenar e cada vez mais procurada, poderá equilibrar todo este estado através da estimulação de pontos específicos do corpo. Os pontos que são estimulados, normalmente correspondem aos sintomas apresentados pela mulher, daí que podem variar.

  • Homeopatia: "Similia similibus curentur" que significa "o semelhante cura o semelhante", é este o princípio da Homeopatia. Sendo este um tratamento completamente individualizado, o profissional Homeopata avalia os sintomas que deverão ser tratados e prescreve produtos homeopáticos com o objetivo de os combater.

  • Fitoterapia: A utilização de Plantas Medicinais no combate aos efeitos da Menopausa na mulher é também uma excelente opção, também esta livre de efeitos secundários. Nesta fase, os fitoestrogénicos (substancias naturais que atuam como hormônios femininos) são os mais utilizados. Suplementos 100% naturais que incluam Sálvia – com propriedades Estrogénio-like – e Mil-folhas – progesterona-like – são um forte apoio nesta fase da vida de uma mulher.


A saber...

Nesta fase da vida, outras atitudes são importantes a ter em conta para que todos os sintomas associados sejam mais brandos e para que, a partir daqui, outras complicações como problemas ósseos, colesterol ou obstipação, não sejam tão presentes, mesmo sendo o normal de acontecer.

  • Controlo de peso com a alimentação é importante.

Evitar comer fast food e comidas processadas, trocando por produtos de preferência de origem biológica, reduzir o consumo de calorias e gorduras, aumentando o consumo de proteínas.

Optar por implementar diariamente legumes na dieta é também fundamental já que grande parte destes são ricos em cálcio e são grandes aliados no controlo dos intestinos, evitando assim a obstipação.

  • Gordura saudável.

Incluir gorduras saudáveis como ómega 3 na dieta é fundamental e pode trazer grandes benefícios na altura da Menopausa. Um estudo feito envolvendo 483 mulheres na altura da Menopausa, concluiu que mulheres que se suplementaram com ómega 3 durante esta fase, reduziram consideravelmente os Fogachos (bafos de calor) e a severidade dos suores noturnos.

  • Evitar cafeina e comida picante.

Estudos têm demonstrado que comida picante ou à base de cafeina são gatilhos de sintomas típicos da menopausa como os bafos de calor, podendo agravar estes sintomas em força, não em frequência.

  • Exercício Físico!

O exercício físico é importante em qualquer idade. Na altura da Menopausa não seria exceção. Exercícios Aeróbicos como correr, nadar ou andar de bicicleta para utilizar os grandes grupos musculares e para a manutenção dos batimentos cardíacos. Exercícios como Yoga e Meditação também são aconselhados com o objetivo de reduzir a ansiedade e os bafos de calor típicos da Menopausa. Outro tipo de exercícios como Dança ou Zumba são também uma excelente opção.

  • Suplementação adequada.

É fundamental escolher corretamente o suplemento alimentar de apoio à fase da Menopausa.


Escolhendo corretamente o suplemento alimentar, poderá amenizar seriamente todos os sintomas típicos da Menopausa. Um suplemento de origem 100% natural é fundamental, de maneira a que exista uma assimilação a 100% por parte do organismo e que os órgãos de eliminação não sejam subcarregados! Especificamente em relação à menopausa, existe a preocupação dos sintomas típicos pela falta de estrogénio mas também daqueles que se sentem a médio prazo como é o caso da fragilidade óssea e instabilidade nervosa.


Como dito anteriormente, um suplemento que contenha Mil-folhas e Sálvia é já por si um apoio de topo aos sintomas como os bafos de calor, Sudorese noturna e insónias.

Associado a isto, deverá conter Cálcio e Magnésio, também estes naturais, para combater a Osteoporose e garantir o equilíbrio do sistema nervoso. Um bom suplemento alimentar aleado ao “guia de boas práticas” que deixamos neste artigo e terá uma Menopausa que não se transformará num pesadelo.

No caso de haver alguma dúvida relativamente aos sintomas ou a como agir frente a este assunto, não hesite em contactar um profissional de saúde que a orientará do início ao fim.




234 visualizações
Quinton
Porque Funciona a Terapia Marinha?

Tópicos do Blog

Segue-nos!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram

Junte-se ao nosso canal no Telegram!

telegram delterre icon.png

Deseja conhecer mais sobre a Terapia Marinha de René Quinton?

Ebook_Propriedades_e_Benefícios_da_Terap

Faça o Download Grátis do ebook 'Propriedades e Benefícios da Terapia Marinha'!

Deseja receber amostras grátis de Plasma de Quinton?

*Envie-nos uma mensagem!

*reservado a profissionais de saúde

É Profissional de Saúde?

 

*

Gostaria de participar de formações profissionais da aplicação da Terapia Marinha em prática clínica?

 

*

Inscreva-se e será contactado assim que as formações iniciarem!

Quer receber novidades sobre promoções e produtos?

ab.png
EU_organic_farming_logo.svg.png
NoAnimalTesting.png
ogm-free.png
Vegetariano

Sim quero receber informações sobre os produtos Delterre

Li e Aceitei os termos e condições

  • Delterre Facebook
  • Delterre Instagram
  • Delterre Linkedin

©2020 por delterre.